INFORMATIVOS | Voltar

DA:       FEDERAÇÃO DOS BANCÁRIOS DE AL/PE/RN

PARA:   SINDICATOS DE BANCÁRIOS FILIADOS   

REF: INFORME DA FEEB AL/PE/RN – Nº 127-2020 – DE 28/07/2020


CONTEC COMPLETA 62 ANOS DE LUTA  -  Neste 28 de julho, a nossa CONTEC – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Crédito, completa 62 anos de relevantes serviços para a nossa categoria e dos securitários. Inquestionavelmente a Contec, constitui símbolo de luta, resistência e independência, sempre agindo com honestidade, perseverança e em defesa dos trabalhadores.



REUNIÃO COM O BB  -  Será realizada hoje, uma reunião da CONTEC e os gerentes gerais da rede GEPES, responsáveis pelo relacionamento com as entidades sindicais com o objetivo de apresentar as novidades nos programas GDP e PDG.



ARTIGO AJUDA A REFLETIR SOBRE A IMPORTÂNCIA DO BANCO DO BRASIL  -  Resumo da matéria Artigo do presidente da Central de Cooperativas Unisol Brasil, Leonardo Pinho, traz informações gerais que mostram porque o Banco do Brasil é estratégico para o país no momento que vivemos e mostra porque a Unisol Brasil defende a manutenção do Banco do Brasil como instituição pública.O texto alerta que, assim como o ministro do meio Ambiente, Ricardo Salles, quer fazer com o meio ambiente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, quer “passar a boiada” nas empresas públicas. Segundo o texto o Banco do Brasil é a “joia da coroa” do plano de privatizações de Guedes.Em meio às consequências de uma grave crise sanitária, social e econômica, os bancos públicos não são ferramentas estratégicas para a indução das políticas públicas e para garantir a ampliação do acesso bancário e ao crédito? O BB está causando prejuízos ao país? A quem interessa privatizar o BB? Estas são algumas das questões que o texto traz à tona e busca responder.

Fonte: Seeb SP



DIREÇÃO DO BANCO DO BRASIL SOFRE DERROTA NA PREVI COM VITÓRIA DA CHAPA 1  -  Ressalte-se que, normalmente, a direção do Banco do Brasil não se envolve diretamente na briga por cargos na Previ. Mas, indiretamente, emite sinais sobre para qual lado está pendendo. Diante da rejeição dos funcionários da instituição pela gestão de Rubem Novaes, que renunciou à presidência do BB, o resultado não poderia ser diferente. Veja os nome dos eleitos e os respectivas cargos: Conselho Deliberativo Titular: Ernesto Shuji IzumiSuplente: Fábio Santana Santos LedoTitular: Carlos Alberto Guimarães de Sousa Suplente: Odali Dias CardosoConselho FiscalTitular: José Eduardo Rodrigues Marinho Suplente: Rene Nunes dos SantosDiretor de SeguridadeWagner de Sousa Nascimento Conselho Consultivo do Plano de Benefícios 1Titular: Miriam Cleusa Fochi Suplente: Rita de Cássia de Oliveira MotaConselho Consultivo do Plano de Benefícios PREVI - FuturoTitular: Maria Cristina Vieira dos SantosSuplente: Tânia Dalmau Leyva Confira o placar da votação: Chapa 1: 64.886 votos, 68,14%Chapa 2: 30.948 votos, 27,73% Brancos: 5.978 votos, 5,39%Nulos: 9.787 votos, 8,77%Total de votantes: 111.585 A eleição na Previ ocorreu em meio à grande expectativa sobre o futuro presidente do Banco do Brasil. O ministro da Economia, Paulo Guedes, esteve nesta segunda-feira (27/07) com o presidente Jair Bolsonaro para definir o sucessor de Rubem Novaes. Nada, porém, foi fechado. Inicialmente, Guedes havia optado por uma solução caseira, puxando um dos vice-presidentes para o posto mais alto da cadeia de comando do BB. Mas, agora, o ministro pretende buscar alguém no mercado para dar sinais de que continua tendo apoio do setor privado. Pelo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Rubem Novaes deverá se desligar efetivamente da presidência do Banco do Brasil até o fim desta semana. Ele continuará no governo como assessor especial de Paulo Guedes.

Fonte: Correio Braziliense



É O FIM DO DOC E DA TED? BC ANTECIPA REGISTRO DO PIX PARA 5 DE OUTUBRO  -  O sistema de pagamentos brasileiro está prestes a mudar completamente. Hoje, para que um pagamento seja efetuado – e o dinheiro saia da conta corrente do comprador e caia na do vendedor – são necessários diversos participantes, como a bandeira do cartão de crédito (tal como Visa, Mastercard ou Elo), a empresa da maquininha (como Cielo, Rede e Stone), além, é claro, dos bancos. Mas com o sistema de pagamentos instantâneos (PIX) o caminho será mais rápido – e barato. O comprador acessa o aplicativo onde tem conta e clica na opção pagamento instantâneo. Em seguida, define que será pagamento – e não recebimento – e digita a chave que identifica o vendedor: celular, CPF/CNPJ ou e-mail. Depois digita o valor e a senha. A transação é, então, confirmada para as duas partes envolvidas.Caso o vendedor tenha um QR Code, basta que o comprador aponte a câmera de seu celular para a imagem e depois confirme o valor e digite a senha para efetuar a transação. Essa forma de pagamento pode ser usada também para quitar contas e faturas de água e luz, por exemplo.Assim, não é necessário o uso das maquininhas para inserir os cartões – tudo passa a ser feito com smartphones. A conciliação do pagamento é feito pelo sistema criado pelo Banco Central, o que faz com que o processo seja mais rápido (em média, demora dois segundos) e mais barato. Pelo cronograma do BC, a primeira etapa do lançamento do PIX seria no dia 3 de novembro, mas a autoridade monetária decidiu antecipar para o dia 5 de outubro. Nesta data, os clientes de bancos já poderão fazer registros de “chaves” – que vão substituir dados como número do banco, agência e conta – para recebimento de pagamentos pelo PIX. Esta antecipação, que havia sido anunciada pelo próprio presidente do BC, Roberto Campos Neto, em evento virtual na manhã desta quarta-feira, 22, foi oficializada pouco depois pelo BC.“Quem desejar receber um PIX de forma simples e prática deverá, a partir de outubro, acessar o aplicativo da instituição em que possui conta e fazer o registro da chave, vinculando o número de telefone celular, e-mail ou CPF/CNPJ àquela conta específica”, informou o BC por meio de nota. “Essas informações serão armazenadas em uma plataforma tecnológica desenvolvida e operada pelo BC, chamada Diretório Identificador de Contas Transacionais (DICT), um dos componentes do PIX.”De acordo com a autarquia, a fase de registro foi antecipada para outubro para que clientes e instituições financeiras tenham mais tempo para se familiarizar com o PIX. “Estarão disponíveis antecipadamente todas as funcionalidades para a gestão das chaves – além do registro, a exclusão, a alteração, a reivindicação de posse e a portabilidade”, disse o BC. “As regras específicas estarão detalhadas no Regulamento PIX, que será publicado em agosto.”O PIX é um sistema que permitirá a transferência de recursos 24 horas por dia, sete dias por semana, todos os dias do ano. Esta funcionalidade representa um avanço em relação a outras ferramentas disponíveis hoje, como o DOC e a TED.Pelo cronograma estabelecido pelo BC, uma operação restrita do PIX começará em 3 de novembro. Já em 16 de novembro o sistema será lançado para toda a população. Juntamente com o open banking – sistema também em fase de instalação, que permitirá o compartilhamento de dados dos clientes -, o PIX é visto pelo BC como uma iniciativa para aumentar os serviços disponíveis e elevar a concorrência no mercado financeiro.

Fonte: Exame



Cordialmente
João Bandeira – Presidente
Paulo André – Secretário Geral